Como escrever usando mais a linguagem inclusiva e neutra? Veja algumas dicas pra você!

No português, não temos palavras neutras como em outras línguas como “the chair” ou “the book”. Além disso, temos a tendência de puxar tudo para o masculino, como “hoje estamos todos aqui”. Por isso, trouxemos algumas dicas pra você tornar sua linguagem mais inclusiva.


Usar E como desinência nominal para as palavras que admitem flexão de gênero (“minhe amigue” ou “Charles é esperte”). Para os pronomes pessoais de terceira pessoa, no qual o masculino é ele e o feminino é ela, a opção neutra mais reconhecida é o elu.


Evite usar o “x” e o “@” pois eles dificultam a inclusão de pessoas com deficiência visual e auditiva.


E aí, gostou? Bora colocar em prática e transformar a nossa comunicação cada vez mais inclusiva? 💬

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

MAIS DO BISCOITO